Seguidores

quarta-feira, 30 de maio de 2012

CAPÍTULO DEZENOVE

Um Recomeço


         Encontrou Isa no quarto, próxima da janela, olhando o mar. Gabi entrou, fechou a porta com as costas e ficou ali parada, em silêncio, olhando-a. Isa estava com o braço imobilizado e preso em uma faixa, que o mantinha junto ao corpo. Virou-se e a viu.

- Você sabe por que decidi vir para cá, não é? - Falou encarando Gabi.

Gabi se aproximou dela e disse:

- Sei. - Chegou perto e a abraçou.

         Afastou-se e a olhou.

- A hora em que achar que podemos conversar, estarei esperando - completou, controlando a vontade de beijá-la.

- Gabi, me beija – pediu.

         Lentamente, Gabi encostou os lábios nos dela e os tomou calmamente, num beijo quente, cheio de vontade, de amor. Gabi a apertou em seus braços e sentiu que Isa a afastou.

- Desculpa, machuquei você? - Perguntou aflita.
- Não, claro que não, mas acho que temos que ir com calma. Ainda sinto muita dor - falou com um sorriso que tranquilizou Gabi.
- Tem razão, não vai ser fácil, mas vou me controlar e acho que você precisa descansar agora, vem.

         Ajudou-a a se deitar, ajoelhou-se ao lado da cama e a beijou novamente. Desta vez, foi ela quem se afastou.

- Acho melhor sair agora, vou deixar você dormir um pouco. Depois venho ver como está, certo?

         Levantou-se e caminhou em direção à porta. Olhou-a novamente e saiu.

         Passavam das nove da noite, Gabi foi até o quarto de Isa e percebeu que ela dormia. Sentou ao lado da cama e a acordou com um beijo.

- Isa, trouxe o seu remédio, você precisa tomar agora. Vem, levanta um pouquinho só.
         Ajudou-a a levantar a cabeça, colocou o remédio em sua boca e deu-lhe água. Isadora tomou e deitou novamente, com os olhos fechados, mas murmurou:

– Está doendo...

         Gabi se aproximou e a beijou na testa, passou seus lábios nos dela e disse baixinho...

- Vai passar, vou estar aqui.

         Arrumou uma cama no chão, ao lado da cama de Isa e deitou. Pela respiração, percebeu que Isadora dormiu e ficou mais tranquila. Dormiu também.

         No outro dia era sábado e Gabi tinha alguns clientes na parte da manhã. Levantou cedo, preparou um café para Isa, com coisas que a Ziza havia feito, colocou numa bandeja e levou para o quarto. Isa ainda dormia. Colocou ao lado da cama e saiu.

         Isadora acordou sentindo-se cansada, olhou a cama ao lado no chão e sorriu. Viu o café e percebeu que estava com fome, precisava também de um banho, mas esperaria Gabi voltar, não queria correr o risco de molhar toda a atadura e, também, ainda fazia muito frio. Enquanto tomava café, ouviu batidas na porta.

- Oi, posso entrar? - Pedro perguntou.
- Claro, entra - recebeu-o sorrindo.
- Como está se sentindo hoje? Vim vê-la, pois Gabi está com clientes e não sossegou enquanto não vim até aqui - falou retribuindo o sorriso.
- Estou bem, sinto-me cansada mas bem. De vez em quando, sinto algumas dores, mas acho que é normal - ponderou.
- Sim, o médico falou que iria sentir por algum tempo e, também, que não pode se movimentar muito, assim evita as dores - disse maliciosamente.
- Pode ficar tranquilo, sua irmã está com mais medo que eu - e apontou para a cama no chão.
- Certo, já vim, vi e sei que está bem. Quer algo?
- Não, pode ficar tranquilo. Se quiser, posso me mexer, não é? Vai trabalhar vai e... Pedro, muito obrigada, por tudo.

         Aproximou-se e deu um beijo em sua face. Pedro saiu e fechou a porta.

         Passava do meio dia quando Gabi bateu e entrou. Isa estava sentada na cama, lendo o jornal que havia pegado na cozinha.
- Oi, só consegui vir agora, como está? - Falou e se aproximou dando-lhe um beijo na face.

         Isa virou e buscou sua boca, um beijo rápido mas completo.

- Estou bem, estava esperando você para me ajudar no banho - falou e corou.

         Gabi sorriu.

- Hmm, vou dar banho em você, que delícia - brincou.
- Não precisa me dar banho, só me ajudar a fechar a atadura - respondeu também sorrindo.

Gabi suspirou.

         Vou ajudá-la sim e prometo que me comporto, tá? Chuveiro ou banheira, o que prefere? - Perguntou com malícia.
- Acho que no chuveiro é mais rápido, tá muito frio - respondeu.

         Gabi a ajudou a tirar a roupa e realmente teve que se controlar. Fechou a atadura, para que não molhasse e quando estava pronta para entrar com ela no chuveiro, Isa pediu que ela esperasse do lado de fora do banheiro. Saiu contrariada.

         Ajudou-a com a toalha, sem olhar era mais fácil. Depois a ajudou com a roupa.

- Não sei o que vai acontecer comigo, se tiver que repetir isso de novo! - falou para o Irmão, que ouvia e ria da situação da irmã.

         Dona Ziza preparou o almoço e os chamou. Gabi acompanhou Isa até a cozinha e sentou-se ao lado dela, para poder ajudá-la. Ziza e Pedro sentaram do outro lado, enquanto comiam, conversavam e riam de algumas situações que Ziza contava.

         Foram interrompidos com a chegada de Clarice e Ana Paula. Gabi ficou perturbada com a chegada de Ana Paula, mas Isa segurou sua mão, por baixo da mesa e apertou, o que a fez sentir-se mais segura.

         Ziza arrumou lugar para as duas, que não haviam almoçado ainda. Isa olhava para as duas e desconfiava que algo estava acontecendo ali.

         Terminaram de almoçar e foram para a sala. Gabi ajudou Ziza a colocar os pratos na máquina e logo depois foi atrás e sentou-se ao lado de Isa, que se aproximou mais de Gabi. Clarice e Ana Paula sentaram cada uma em um sofá. Pedro pediu licença e saiu, tinha que fechar a loja e fazer algumas ligações.

- Me fala Clarice, como está no Banco?
- Horrível Isa, não consigo entrar lá e não lembrar dele, acho que ninguém consegue - falou com os olhos marejados.

         Ana Paula levantou e sentou ao lado dela, o que fez com que Isa tivesse certeza. “Algo acontece ali”.

-  Eu imagino Clarice, não sei se vou conseguir voltar. Tive pensando em algumas coisas - falou e percebeu os olhares de espanto das três. - Calma, só pensando, não decidi nada ainda - disse e olhou para Gabi, que a olhava apreensiva. - Vamos mudar de assunto. Desde quando está aqui, Ana Paula? - Isa perguntou de súbito, fazendo Ana Paula corar e Clarice sorrir com o canto da boca para ela.
- De..desde ontem... ontem à tarde - falou tentando parecer normal.
- Hmm e só veio me ver hoje? Nossa! - tentou parecer chateada.

         Gabi a olhou não entendendo e Isa respondeu a ela com um olhar.

         Ana Paula não sabia o que dizer e Clarice a salvou.

- Eu a segurei. Ontem foi um dia muito difícil e pedi para que ela ficasse comigo. Saímos para jantar e depois ficou tarde, preferimos vir hoje - respondeu olhando com censura para Isa, que sorria do desconcerto das duas.

         Passaram a tarde juntas, conversaram, lembraram de Gustavo, choraram, riram. Isadora fez mais algumas indiretas para as duas e depois, quando estava escurecendo, decidiram ir embora.

- Você fica até quando Ana Paula? - Perguntou Isa.
- Amanhã vou embora, trabalho segunda, mas volto assim que der pra ver você - respondeu.
- Sei... - Isa respondeu.

         Despediram-se e foram embora. Gabi olhou para Isadora e perguntou:

- Será?
- Tenho certeza - respondeu Isa.
- Melhor assim. Vem, agora vou cuidar de você. Tá com fome? Quer alguma coisa?
- Quero um beijo.
         Gabi não esperou, beijou-a ali mesmo na porta, estava com muita vontade de Isa. Foram interrompidas por Pedro.

- Podiam, por gentileza, dirigirem-se ao reservado a esquerda?

         Riram.

         Gabi foi com Isa até o quarto, percebeu que ela estava sentindo dor e a ajudou a trocar de roupa. Colocou-a na cama e deu-lhe o remédio, sabia que as dores aumentavam à noite e que o remédio a fazia dormir. Saiu do quarto ligou para a mãe de Isa, para Marina, tomou banho e, antes de deitar, chegou perto de Isa, encostou em seu ouvido e disse baixinho: “eu te amo!” e a beijou. Desta vez Isa ouviu e dormiu.

2 comentários:

  1. Elas estão aprendendo a se conhecerem sob todos os aspectos...Isto é muito importante. Tá muito bom o conto Wind.
    Aguardando a próxima quinta....
    Bjs,

    Rejane

    ResponderExcluir
  2. *-----------* perfeito! o carinho q a Gabi está tratando a Isa é lindo! *-*
    e Clarice e Ana Paula pelo jeito se entenderam. ^^
    bjs

    ResponderExcluir